Clínica Higashi

Londrina | PR : 43 3323-8744
Rio de Janeiro | RJ : 21 3439-8999

BLOG - Dr Higashi

Postado em 21/02/2018
Dieta Cetogênica é indicado e segura para o tratamento do sobrepeso ou obesidade?
Cetose é quando o organismo, na falta do carboidrato, utiliza da gordura como fonte energética

Sim, pode ser indicado tanto para o sobrepeso quanto para a obesidade, entretanto, devem ser respeitadas as contraindicações, como insuficiência hepática e renal, depressão grave, diabetes tipo I, infarto recente, doenças inflamatórias intestinais em fase aguda e uso de diuréticos como as furosemidas, entre outras condições a gravidez também.


É bom esclarescer que existem vários tipos de dietas que são cetogênicas. Cetose é quando o organismo, na falta do carboidrato, utiliza da gordura como fonte energética, e deste processo bioquímico é liberado corpos cetônicos, posteriormente seu produtos (ex: butiratos, acetatos e acetonas) são eliminados na urina. As dietas para emagrecimento ditas como cetogênicas induzem este processo bioquímico de queima de gordura, lembrando que em estado de jejum prolongado, o corpo humano utiliza sua reserva de carboidrato que fica armazenado no fígado chamado de glicogênio, a qual garante fornecimento de energia ao redor de 24 horas, quando estes são esgotados, o organismo entra em cetose para produzir a energia para o funcionamento basal do organismo.


O primeiro passo para um plano médico nutrológico de emagrecimento é definir a quantidade de kg de gordura o paciente precisa emagrecer, normalmente o médico como exemplo o nutrólogo vai utilizar de vários dados para chegar ao peso ideal, como exemplo , saber qual o peso mínimo na idade adulta e acrescentar 1 kg a cada de década de idade, exemplo, uma mulher com 50 anos, 160 m de altura, seu peso mínimo aos 20 anos era 60 kg, consequentemente seu peso objetivo seria de 63 kg. Outro dado que pode ser utilizado é o Indicie de Massa Corporal (IMC)  que é peso dividido pela altura2, neste caso, o objetivo é ficar entre o IMC de  23 a 25,  exemplo, um paciente com 77 kg e 1,60 m teria IMC de 30, para chegar a um IMC de 23 teria que pesar 59 kg. Outra maneira, seria utilizando de um exame chamado de bioimpedânciometria do tipo multifrequencial segmentar que vai avaliar a composição corporal de todo o corpo, membros e tronco, de gordura, massa muscular esquelética e agua corporal, se como exemplo uma mulher com 77 kg , no exame aponta-se 11 kg a mais de gordura corporal em relação a média, então o peso ideal seria 66 kg. O médico nutrólogo vai chegar a um meio termo entre estas informações além da dificuldade e motivação do cliente para chegar ao peso ideal.


Entre os tipos de dietas que são cetogênicas podemos citar 3 principais, contudo, todas apesar de diferentes tem em comum a baixa quantidade de carboidratos. Vamos citar as três tipos abaixo.

dieta cetogênica tradicional, é a mais conhecida devido aos estudos do Dr. Atkins, publicado em seu livro em 1972, Dr. Altkins pesquisou a alimentação dos esquimós a qual demonstrou em seus estudos que apesar da alta ingesta de gordura esse povo tinha alta expectativa de vida, sem indícios de doenças coronárias e vasculares além de energia o suficiente para caçar e sobreviver em baixíssimas temperaturas, basicamente esta dieta consiste em sua fase inicial em 70 a 75% de gordura,  20% de proteína, e claro, baixa quantidade de carboidrato ( 5 a 10%), não há limitação da quantidade de calorias a serem consumidos, somente os tipos de alimentos são restritos. 


O segundo tipo é a dieta cetogênica intermitente indicado muitas as vezes para atletas, que praticam exercício de forma muito intensa, como os tenistas que combinam exercício aeróbico com períodos de atividade física de alta intensidade, neste tipo de dieta é permitido usar uma quantidade especifica de carboidrato logo antes, durante e ou logo depois do período do exercício, para permitir a reposição da reserva de glicogênio muscular, evitando fadiga muscular sem perder a possibilidade de cetose entre os treinos. 


O terceiro tipo de dieta cetogênica é a que mais tem resultado se tem em termos de emagrecimento chama-se dieta cetogênica proteinada VLCD ( Very Caloric Diet), é uma dieta com baixa quantidade de calorias a custa de baixo carboidrato e gordura, permanecendo quantidade normal de proteína, entretanto, estas proteínas são de alto valor biológico (aminoácidos essenciais)  que o organismo não é capaz de produzir, com isto, se mantém a massa muscular apesar do emagrecimento. Neste tipo de dieta em especial é importante a suplementação vitamínica e de minerais e a hidratação já que a queima da própria gordura pelo mecanismo de cetose aumenta a perda de minerais através da urina, com isso vai se evitar sintomas colaterais pela falta de minerais como enjoo, tonteira, fraqueza muscular, câimbras, pela seca, prisão de ventre e alteração da pressão.


Quando em dieta do tipo cetogênica, o paciente após um mês relata que não teve resultado, deve-se avaliar se o paciente realmente esta em cetose, isto pode ser verificado através de um exame de urina, no caso de cetose +, a fita do exame aparecerá de uma escala de rosa claro ( cetose leve) até roxa escura (cetose intensa), ou seja, pode ser que ele não esteja fazendo corretamente  a dieta ou o metabolismo do paciente esta muito lento, isto, pode ser verificado através de um exame chamado calorimetria, através da troca gasosa da respiração este exame mostrara a Taxa Metabólica de Repouso do organismo que é o quando o organismo queima de calorias para suas necessidades fisiológicas em repouso.


Em suma, uma dieta do tipo cetogênica é um aliado importante para o tratamento do sobrepeso e obesidade, entretanto, somente o médico saberá indicar, contraindicar, escolher as opções corretas e reavaliar o resultado da cetose como tratamento.


Dr. Rafael Higashi. Mestre em medicina (UFF), neurologista e nutrólogo com residência médica em neurologia pela UFRJ e nutrólogo com título de Membro titular da Associação Brasileira de Nutrologia  e Membro Titular da ABNEURO (Academia Brasileira de Neurologia). Tem especialidade no exterior em tratamento do envelhecimento pelo Cenegenics Medical Institute. Hoje diretor médico da Clínica Higashi no Rio de Janeiro.

Dr. Rafael Higashi medico nutrologo e neurologista.jpg

Ver comentários ( )

Ocultar comentários
Sobre Dr. Higashi
O Blog Dr. Higashi é formado pelos três diretores médicos da Clínica Higashi composto por Dr. Tsutomu Higashi, médico patologista clínico, Dr. Rafael Higashi, mestre em medicina com especialidade em neurologia e nutrologia e Dr. Leonardo Higashi médico especialista em clínica médica, endocrinologia e nutrologia. O objetivo do Blog é trazer informação sobre medicina e qualidade de vida, através de uma visão global do organismo.
Acesse os sites da Clínica Higashi:
clinica Higashi.jpg
Categorias
  • >> Posts 2018
  • >> Posts 2017
  • >> Posts 2014
  • >> Posts 2013
  • >> Posts 2012
  • >> Posts 2011
  • >> Posts 2010
  • >> Posts 2009


Compartilhar:
Newsletter
Cadastrar